segunda-feira, 31 de março de 2008

Estrela 3-1 Acádémica





Grande e importante vitória do nosso Estrela frente à Académica. Triunfo que é um passo gigante rumo à manutenção e que permite ao Estrela esperar pelos restantes confrontos dos adversários directos na luta pela manutenção. A nossa equipa assumiu sempre a iniciativa de jogo frente a uma Académica onde o seu sector defensivo foi muito permeável de uma ponta à outra.
A nossa equipa colocou-se em vantagem aos 17 minutos de jogo com Anselmo a ganhar a bola a matar de peito e depois com o pé esquerdo a colocar a bola no fundo das redes de Pedro Roma e a soltar a festa nas bancadas. Volvidos 3 minutos e numa distracção de Hugo Carreira, Luís Aguiar que desta vez apareceu na Reboleira, entrou na área, Nélson não conseguiu segurar o esférico que sobrou para Lito que igualou o marcador. Mas pouco depois o momento que definiu o resto da partida, a expulsão de Vítor Vinha depois de uma entrada "assassina" sobre o nosso lateral Rui Duarte. À meia hora de jogo num livre superiormente marcado por Mateus, um dos melhores em campo, colocou a bola na cabeça do nosso capitão Maurício e estava feito o 2-1 com que se chegou ao intervalo.

Na 2ª parte Daúto Faquirá refrescou o ataque, tirando Mendonça, Celestino e Anselmo, colocando Pedro Pereira, Giancarlo e Vítor Moreno. Vítor Moreno que precisou de 5 minutos em campo para matar de vez a partida ao ficar isolado no lado esquerdo e com a maior calma do mundo bateu o guardião da Briosa pela 3ª e última vez. Paulo Costa apitou então para o fim da partida e mais uma "final" ganha pela nossa equipa que vê a manutenção mais perto e onde os adeptos foram para casa naturalmente satisfeitos. A seguir segue-se o F.C.Porto Vs. EST.AMADORA, que já se pode começar também a considerar um bom jogo do futebol português visto que o Porto não se dá muito bem com o nosso clube, mas nunca deixa de ser um jogo dificil, mas podemos lá pontuar ou mesmo ganhar como na temporada passada. Um Clube, Uma Cidade, Paixão que nos move!!!! ESTRELA SEMPRE!!!!

Ficha do jogo:

Estádio: José Gomes, na Amadora.
Árbitro: Paulo Costa (FC Porto)

C.F.Est.Amadora: Nélson Rui Duarte, Maurício, Hugo Carreira e Hélder Cabral Celestino (Giancarlo, 62 m), Fernando e Tiago Gomes Mendonça (Pedro Pereira, 53 m), Anselmo (Vítor Moreno, 76 m) e Mateus.

Suplentes não utilizados: Filipe Mendes, Rui Pedro, Marcelo Goianira e Wagnão.

Académica – Pedro Roma Pedrinho, Orlando, Kaká e Vítor Vinha Miguel Pedro (Berger, 37 m), Paulo Sérgio, Nuno Piloto (Tiero, 61 m) e Luís Aguiar (Ivanildo, 68 m) Lito e Joeano.

Suplentes não utilizados: Ricardo, Cris, Edgar e Pedro Costa.

Disciplina: cartão amarelo a Paulo Sérgio (51 m), Hugo Carreira (73 m), Rui Duarte (78 m), Lito (90 m); cartão vermelho a Vítor Vinha (26 m).

Marcador: 1-0 por Anselmo (17 m) 1-1 por Lito (20 m) 2-1 por Maurício (31 m) 3-1 por Vítor Moreno (81 m).

Melhor Jogador: Maurício.

in blog http://www.cfestreladaamadora.blogspot.com/



Nas Bancadas um Bom apoio por parte dos Adeptos da Académica que se fizeram notar com cerca de 150 pessoas do clube visitante na Claque Mancha Negra cerca de 60 pessoas, do nosso lado pouco mais de 30 pessoas puxavam pelo Estrela mas mesmo assim em grande nível.


No inicio da Partida a Magia Tricolor abriu alguns fumos para dar mais cor a um estádio que cada vez mais trás menos pessoas ao futebol o que é pena.


Saudações a Mancha Negra por aquele Espírito Ultra que demonstram...



E queríamos agradecer a Revista Adeptos pelas fotos das claques.

quarta-feira, 12 de março de 2008

Estrela da Amadora 1-0 Paços de Ferreira

video

Grande vitória da nossa equipa, mais uma vez com muita raça e muito suor! 1-0 foi o que até podia ter sido por números mais expressivos, não tivesse sido a boa exibição do guarda-redes Peçanha, e por outras vezes as falhas do ataque do Estrela.

O único golo da partida foi apontado por Anselmo, aos 40 minutos da 1ª parte, com Pedro Pereira a segurar a bola na área, que esperou a entrada de Anselmo que, com um remate cruzado, colocou o Estrela na frente do marcador para nunca mais de lá saír. Nélson não recuperou a tempo e ficou de fora, foi titular então Pedro Alves que teve uma tarde tranquila, que só teve de se aplicar verdadeiramente a um cabeceamento do Wesley já perto do final da partida. Já Wagnão que jogou no lugar do castigado Maurício teve alguns lances em que complicou um pouco mas depois acabando por resolver.De destacar os melhores da nossa equipa mais uma vez Pedro Pereira, o que jogou e fez jogar, ofereceu o golo a Anselmo e outros cruzamentos, fintas e etc... A par de Pedro Pereira, Anselmo foi o melhor em campo, entre ele e Pedro Pereira só existe uma diferença para lhes atribuír o prémio homem do jogo, Anselmo marcou e Pedro Pereira não. Ainda relacionado com Anselmo, o penalty que ficou por marcar sobre ele ainda na 1ª parte, que só o árbitro e o seu assistente não viram a falta.Já em tempo de compensação, o jogo foi interrompido, depois de o árbitro Paulo Baptista sentir dores no peito e colocar a mão sobre o coração. O médico da nossa equipa, João Pedro Oliveira, entrou imediatamente em campo para assistir o juiz de Portalegre, a quem mediu a pulsação e efectuou outros testes de despistagem. Apesar do susto, Paulo Baptista reatou a partida, que terminou logo depois.Fim de contas um grande resultado da nossa equipa, que cada vez vê mais perto a manutenção no escalão máximo do futebol português onde é o seu lugar! Uma palavra para os adeptos que foram ao estádio, um pouco mais do que têm sido nas últimas partidas em casa, e com um bom apoio à nossa equipa também por parte da claque MAGIA TRICOLOR, mas todos nós ainda queremos mais, já no próximo jogo com a Académica!!!!! FORÇA ESTRELA!!!!!! UM CLUBE, UMA CIDADE, UMA PAIXÃO!!!!!!!


Estádio: José Gomes, na Amadora.

Espectadores: 1500.

Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)


C.F.Estrela da Amadora:

Onze inicial:

Pedro Alves, Rui Duarte, Hugo Carreira, Wagnão, Hélder Cabral; Celestino, Mateus, Fernando; Pedro Pereira, Anselmo, Vítor Moreno


Suplentes:

Filipe Mendes, Nuno Viveiros, Marco Paulo, Marcelo Goianira, Rui Pedro, Adul, Giancarlo

Treinador: Daúto Faquirá


Paços de Ferreira:


Onze inicial:

Peçanha, Mangualde, Kiko, Luiz Carlos, Chico Silva; Dedé, Wesley, Paulo Sousa; Edson, William, Cristiano


Suplentes:

Pedro, Ferreira, T. Valente, Fábio Paim, Pedrinha, F. Anunciação, C. Carneiro


Treinador: José Mota





Nas Bancadas por parte dos adeptos visitantes vieram cerca de 150 pessoas de Paços de Ferreira os YB estiveram bem no apoio a sua equipa, a Magia Contou com cerca de 45 elementos que mais uma vez puxaram ao máximo pelo nosso Estrela Rumo a Vitória.


Foi pena o que se passou no final do jogo com a Policia( 1 policia) tal nunca se tinha sucedido para os nossos lados, mas queixas não fazemos de ninguem apenas deixamos o aviso "Cuidado".
O Sr Agente soube esperar pelo final do jogo para ninguem ver e que a maioria da malta já tinha ido embora para fazer o que queria mas isto não fica assim....